Pelo Menos Seis Adolescentes Teriam Sido Abusados Sexualmente Na Igreja Do Pastor George Em Linhares (ES) - Tupi Martim

Resumo

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Pelo Menos Seis Adolescentes Teriam Sido Abusados Sexualmente Na Igreja Do Pastor George Em Linhares (ES)

Quarta, 11 de Julho de 2018


 Pelo menos seis adolescentes teriam sido abusados sexualmente por membros da Igreja Batista Vida e Paz, em Linhares, no Norte Capixaba e há 133 quilômetros da capital Vitória. 

A denúncia partiu das famílias e das vítimas que teriam frequentado a igreja e estariam sendo investigadas em segredo de justiça pelo Ministério Público Estadual (MPE), pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pedofilia do Senado, em Brasília (DF), e pelo Conselho Tutelar. 

Nos municípios de Conceição da Barra (ES) e em Governador Valadares (MG) também existem denúncias das mesmas práticas de abuso, conforme ex-frequentadores contaram a reportagem. 

Ontem (9) o Pastor George Alves foi denunciado por uma ex-empregada por estupro e já está respondendo por mais um crime. Ele é acusado de ter espancado, violentado e queimado vivas duas crianças, uma delas seu próprio filho e o outro de sua mulher, Juliana Alves, em 21 de abril, na casa onde residiam no centro de Linhares. 

As investigações querem saber ainda se a Igreja Batista Luz e Paz estaria envolvida em lavagem de dinheiro, evasão de divisas e sonegação de impostos, além de compra de imóveis e bens em nome de terceiros e de laranjas. 

Em outras cidades onde a igreja mantém templos há registros ainda de casos de abuso e prática sexual com menores. Na cidade de Pote, há 491 km da capital BH, no Vale do Mucuri, o pastor Cláudio Tavares Resende líder espiritual da instituição na cidade precisou sair às pressas depois de acusado por fiéis que frequentavam a igreja de envolvimento sexual com adolescentes. Ele teria um histórico de pedofilia, adultério e homossexualismo, segundo os fiéis. 

Segundo eles, o Pastor Cláudio teria levado adolescentes para o gabinete pastoral para fazer sexo anal e, em seguida, amarrar os jovens com cordas e praticar os sexos oral e anal, ativo e passivo. Para convencer os jovens, o pastor usava óleo ungido. 

Segundo contaram exilieis da igreja em Poté a nossa reportagem, o Pastor Cláudio mudou-se com a família para Conceição da Barra, no Estremo Norte do Espírito Santo, há 247 da capital Vitória, onde teria praticado os mesmos crimes sexuais na cidade capixaba. Mudou-se depois para Governador Valadares, na Região Leste de Minas Gerais onde as práticas continuaram, conforme as denúncias de antigos frequentadores, e mais dois casos teriam acontecido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular

Pages