Pelas oitavas, Colômbia e Inglaterra fazem partida sem favorito - Tupi Martim

Resumo

terça-feira, 3 de julho de 2018

Pelas oitavas, Colômbia e Inglaterra fazem partida sem favorito

Terça, 03 de Julho de 2018

Colômbia e Inglaterra entram em campo às 15h desta terça (3) para decidir quem ficará com a vaga nas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia. O jogo será no Estádio Spartak, em Moscou. No histórico de confrontos em Mundiais, as seleções só se enfrentaram uma vez, na França, em 1998. Na época, os ingleses venceram por 2x0.

Para mudar esse cenário e sair com a classificação, a Colômbia espera contar com um reforço importantíssimo: James Rodríguez. O meia sentiu uma lesão na coxa no último jogo da fase de grupos, contra Segenal, e ainda é dúvida para a partida. 

O camisa 10, que treinou separado do elenco desde então, fez exames que apontaram um cansaço no músculo, sem muita gravidade. No entanto, ele ainda passará por uma avaliação para saber se tem condição de jogar. Caso seja vetado, James será substituído por Muriel.

“Tivemos a boa notícia do resultado de seu exame médico, sua ressonância. Não tem nenhuma ruptura grande, nada grave. Ele evoluiu muito”, afirmou o técnico José Néstor Pekerman, confiante. 

Quem certamente desfalcará a Colômbia é o atacante Borja, que machucou o joelho. O jogador, no entanto, é reserva do titular Falcao García. 

Considerada favorita do Grupo H, a Colômbia já passou por alguns sustos nessa Copa do Mundo. O primeiro deles foi logo na estreia, quando perdeu para o Japão logo na estreia, por 2x1, mas alcançou a classificação após vencer as partidas contra Polônia e Senegal. 

Confiança

Já pelo lado europeu do confronto, muita confiança. Com um dos melhores ataques desta Copa do Mundo, a Inglaterra marcou oito gols na primeira fase, mesma quantidade da Rússia. O número só não supera a Bélgica, com 12. 

Na luta pelo seu segundo título mundial, os ingleses querem convencer, já que tiveram triunfos contra as fracas Tunísia e Panamá, mas tropeçaram contra os belgas na fase de grupos do torneio. 

Sem nenhum desfalque para o jogo diante dos sul-americanos, o técnico Gareth Southgate tem como principal arma o talento do centroavante e capitão Harry Kane, artilheiro isolado da Copa do Mundo, com cinco gols.

Como terá o time completo, o treinador deve promover o retorno do meia Dele Alli à linha de frente da equipe, repetindo a formação da estreia do Mundial, diante da seleção tunisiana. O jogador se recuperou de uma lesão na coxa.

A Inglaterra ainda tem um tabu a quebrar. A última vez que se classificou às quartas de final de uma Copa foi em 2006, com gol de David Beckham, contra o Equador. “Faz 12 anos que não ganhamos um jogo de mata-mata. Os jogadores estão ansiosos”, afirmou o treinador Southgate.

Informações: Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular

Pages