Imunização contra gripe ainda falta atingir 21% do público-alvo - Tupi Martim

Resumo

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Imunização contra gripe ainda falta atingir 21% do público-alvo

Sexta, 15 de Junho de 2018

A Bahia vacinou, até o último dia 12, 78,7% do público-alvo para a campanha de vacinação contra a gripe, ainda restando cerca de 21%. O Ministério da Saúde enviou quatro milhões de doses da vacina para o estado para mais de 3,5 milhões de soteropolitanos se protegerem contra a doença.

Devido à baixa cobertura vacinal em vários estados, o ministério prorrogou a campanha até o dia 22 de junho. Em Salvador, a prorrogação segue até o próximo dia 21. Inicialmente, a campanha deste ano iria até o dia 1º de junho, mas foi prorrogada até o dia 15 em decorrência da paralisação dos caminhoneiros.

A preocupação é com a proximidade do inverno, período de maior circulação dos vírus da gripe. Também é preocupante o número de casos e mortes causadas pela doença no Brasil.

O último boletim de influenza mostrou que, até 9 de junho, foram registrados mais de 2,7 mil casos em todo o País, com 446 óbitos, mais do que o dobro registrado em 2017 (204 óbitos). Na Bahia, foram 179 casos e 28 mortes.

“A doença não tem cura, ela não manda recado, e a melhor forma de evitar a doença é com a prevenção, portanto com a vacina. Por isso, é importante que todos saibam que a saúde é responsabilidade de todos. 

Não basta que o governo federal disponibilize 60 milhões de doses da vacina, é necessário que a população também se interesse em vacinar e que perceba o risco de morte por complicações da gripe”, alerta o ministro da Saúde, Gilberto Occhi.
Em todo o País, 42,6 milhões de pessoas foram vacinadas. 

O público prioritário inclui: idosos a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de 5 anos, trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto) e pessoas privadas de liberdade.

Informações: A Tarde 
Popular

Pages