De A – Z: Conheça as gírias e termos do mundo gay! - Tupi Martim

Resumo

sexta-feira, 8 de junho de 2018

De A – Z: Conheça as gírias e termos do mundo gay!

Sexta, 08 de Junho de 2018

Não é nenhuma equê dizer que os bafões aquendam qualquer um! 

     Oi? Se você se perdeu um pouco, não se preocupe que tudo será esclarecido!  Antes de saber o significado de cada uma das expressões citadas abaixo, você deve estar se perguntando: de onde surgem essas gírias? Bem, as explicações são variadas e, basicamente, qualquer assunto pode servir de inspiração: uma situação em uma novela, algo que bomba nas redes sociais e até a língua africana, mais presente no candomblé e responsável pela maioria das palavras do dialeto. 

(Gay também e cultura!) Portanto para lhe ajudar, evitando que fique por fora de nossas conversas. Confira a maior lista existente em um Blog e conheça as gírias e seus significados: 

A
Arrasou – Expressão de admiração em relação a um ato bem-sucedido de outra pessoa.

Abalou – O mesmo que arrasou.
Afofi – Pênis com mau cheiro.
Aurora – Mal cheiro.
Ajeum – Comida
Alibã – Polícia.
Amapoa – Mulher.
Aqüé – Dinheiro.
Aqüendar – Chamar para prestar a atenção; fazer alguma função, Olhar, paquera, também pode ser usado como fazer sexo.
Azuelar – roubar


B
Babado ou bafo – Podem ser várias coisas, entre elas: discussão, conversa e fofoca
Bafão (Bas-fond, leia-se bafôn) – Confusão, Bagunça, bochicho.
Barbie – Homem homossexual malhado e afeminado.
Batizada – Refere-se ao portador ou portadora de HiV / AiDS. Exemplo: “Aquela bixa é batizada”.
Bilú – Homossexual metido a rico.
Biu – Gay, homossexual masculino.
Bill – Gay, homossexual masculino.
Bicha bofe – Homossexual não efeminado
Bofe – Homem bonito.
Bolacha – Homossexual feminino.

C
Cheque – Cocô (Da mesma forma que nena).
* Passar o cheque – Sujar o pênis do parceiro.
Chuchu – Barba.
Carimbo – Doença sexualmente transmissível.
Carimbar – Transmitir doença.
Caminhoneira – mulher homossexual masculinizada
Carão – Fazer pose, debochar.
Close – Fazer a linha pessoa metida, um complemento de carão.
Colar velcro – ato sexual entre duas mulheres.
Colocação (Colocado) – Situado, bêbado– Se drogar, ficar alto.
Crossdresser – Aquele que se monta para se divertir.
Cotrofe – Brega, feio ou de qualidade ruim.

D
Demônio – Pessoa muito feia.
Diza – Expressão que se refere ao ato sexual “dar”, refere-se ao homem que foi passivo em uma relação sexual.
Dumdum – Pessoa negra.
Desaqüendar – sair fora, deixar o lugar.
Doce – Armar confusão, fazer o mal. 

E
É tudo – Algo muito bonito e/ou interessante.
Entendida (o) – Pessoa do meio GLS (Lésbica, gay…)
Enxerto – Intriga.
Elza (ou Multar) – Roubar.
Erê – Criança.
Equê – Mentira ( o mesmo que Fidã ).

F
Fancha – sapatão, Lésbica.
Fomfom – Gazes.
Fita – Esperma.
Fritar (tomar bala, doce) – Usada para drogas como ácido, extasy, nas baladas, raves, etc. E para quem leva “pipoco”, tiro.
* Fritar também usada para definir quem dança durante muito tempo ou sabe dançar muito bem.

G
Gravação – Sexo oral.
Gongar – Falar mal.

I
Inhaí! (E aí?) – Expressão de cumprimento, talvez a mais usada no meio homossexual. O mesmo que olá, como vai?
Irene – Velho

M
Mala – órgão genital masculino (Da mesma forma que Neca e Ocâne).
Maricona (Cona ou conam) – Homem homossexual com mais de 50 anos.

Mati – pequeno.
Mona – Mulher; ou homossexual masculino afeminado.
Mondrongo – Feio, esquisito (nome dado às deformações causadas pelo uso de silicone industrial).
Mulher – Homem homossexual bem feminino; gay afeminado.
Ex: “Ai bixa! Olha só… ela é tão mulher”

N
Nena – Cocô. (Da mesma forma que cheque).
Neusa – Homossexual; ou mulher oriental.
Neca – órgão genital masculino.

O
Odara – Bonito
Ocâne – órgão genital masculino
Ocó – Homem.
Olofom – Mal cheiro.
Ojo – Olhar.
Otim – Bebida.
Oxanan – Cigarro.

P
Pegação – Sexo sem compromisso, anônimo e geralmente em grande quantidade.
Pajubá – Dicionário GLS.
PAM – Sigla para Passiva Até a Morte.
Pasdeux – cocaína (também encontrada como padê).
Pencas – Em grande quantidade, muito.
Penosa – Pessoa que não trabalha, dura.

Picumã – Cabelo
* Jogar o picumã – Jogar o cabelo com a intenção de ignorar alguém
Picumã do equê – Peruca.

Pirelli – Enchimento feito de espuma que drags ou transformistas usam para dar formas femininas ao corpo.
Parô tudo – Expressão de admiração sobre algo que seja bonito ou um ato corajoso.

Paulo Otávio – Cocaína
Pintosa ( ou Mancha) – Homem homossexual bem feminino.
Poc Poc – Gays novinhos e bem femininos.
* O ‘poc poc’ é uma referência ao barulho que os saltos dos sapatos fazem na pista.
Podre – Usada para definir uma pessoa, um fato ou local ruim.

Q
Quá-quá – Bicha mulher
Querida – Usado para designar pessoas que gosta ou, como forma de deboche.
Queijinho – Sujeira encontrada em órgão sexual, de cor esbranquiçada.

R
Racha – órgão genital feminino
Ratoburguer – Mau hálito.
Recalque – Desrespeito, inveja, cobiça.
*Normalmente é usado: “puro recalque”, “recalcada”

S
Se joga! ( ou Se joga, pintosa! ) – expressão de estímulo, o mesmo que “Vá em frente”, faça sem prensar duas vezes.
Suzi – Homem homossexual malhado, afeminado e já com mais de 40, anterior à Barbie

T
Tata – Homossexual masculino muito afeminado.
Tia – HiV / AiDS.
Tô loka – Expressão de raiva, também usada para indicar que a pessoa está sob o efeito de drogas ou álcool. Pode também ter sentido jocoso.
Taba – Maconha.
Tá meu bem! ( Tá querida!) – Expressão de admiração ( o mesmo que Arrasou)
Travlon – Travesti (outras formas: trava e traveca)
Tô passada – Expressão de espanto e também de admiração (pela norma culta: Tô Pretérita)
Tô bege – O mesmo que Tô passada!

U
Uó – Alguma coisa ruim.Um luxo – Algo bonito, interessante…
Uzê – Ruim, pior que uó.

X
Xoxar – Debochar, zuar.

Z
Zalene – estar excitado.

Outras expressões e termos:
A Bete Faria – Modo de se referir a um homem que cobiça

Abutabe – Quando algo é altamente nojento.

Aham, Cláudia, senta lá – Expressão que concorda e ao mesmo tempo menospreza alguém. (Surgiu com a apresentadora Xuxa, quando pediu a uma criança para voltar a seu lugar na plateia.)

Aleijo – Problema

Alôca – Finaliza frases que pretendem ser bem-humoradas

Ana Cláudia – mulher que adora andar grudada com gays ou aquela mulher que se relaciona com gays.

Atender (“comer”, “escutar”, participar) – ficar com alguém, transar, Fazer sexo.

Bagaceira – De baixo nível

BF – Homossexuais com mais de 30 anos, ricos e chiques

Bofescandalo – Homem muito lindo

Bee ( também usado Bill) – Nome meigo para amigo gay

Cascabói – Usada por homossexuais mais velhos, designa alguém carrancudo, chato.

Caso – Namorado

Coió – Agressão homofóbica

Creuza – Gíria usada por gays para definir qualquer coisa sem marca, coisa ordinária.

Ex.: “Comprei um vestido de uma marca creuza e fui à festa”.

Desapega, Desapega – Inspirada na propaganda da OLX, esta expressão é dita aqueles que insistem em algo sem sucesso, errado; desista.

“Desce pra faixa” – Referência  de alerta para pessoas que vivem no “mundo da lua”. Na frase, a ‘faixa’ é uma referência à faixa de pedestres.

Edí – ânus

Encubada – Diz-se ao homossexual que ainda não assumiu sua sexualidade; o mesmo que enrustido, ”no armário”.

Ex.: ”O boy tá encubado ainda.”

Estar ”burning”– É estar agitado ou ansioso. (Vem do inglês burning = queimando).

LINHA DO FAZER

Fazer ”A egípcia” – Ficar indiferente, superior. (Remete às imagens das figuras antigas, de perfil.).

Fazer a “Gustavo Lima” – Agir como se estivesse sem o órgão genital masculino (sem mala nenhuma).

Fazer a “Heleninha Roitman” – Bebedeira.

Fazer a Aidê (ou Winona) – Roubar.

Fazer a ”Alice” – Viver num mundo de fantasias, crer no impossível.

Fazer ”aloka”– Agir como louco ou ter atitudes inesperadas.

Fazer a ”Kátia” – Fazer-se desentendido. (Referência à cantora cega que fez sucesso no anos 80 com Roberto Carlos.)

Fazer a ”Maldita’‘ –  Ser falsa, dissemulada.

Fazer ”Uma salada’‘ – Gerar confusão, algo que vai dar errado, uma discussão, bate boca.

Ferver – Animar

“Firma o toco” – É o mesmo que ‘Fica esperto’ e/ou ‘fica ativo’, ‘segurar a onda’.

Fufa – Lésbica

Furiosa – Lésbica bem masculina.

Gay-friendly – Simpatizante

Gaydar ou GayPS  – Expressão dita por pessoas do meio Gay, quando identificam outro gay a distância; identificador de gays; uma adaptação de Radar e GPS.

“Gravar um mp3” – Ato sexual oral demorado

Heteroflexível (Bi-curioso) – Pessoas que encaram com naturalidade e não se identificam como bissexuais nem homossexuais, mas sentem ou mostram interesses em atividades sexuais com alguém do mesmo sexo.

Homem Cafuçu ( homem-camarão ) – Homem de belo corpo, mas… de rosto feio, ”corta a cabeça e usa o corpo”.

Hype (leia-se raipe) – O que está sendo badalado

Lady – Lésbica bem feminina

Laleska – Pessoa cafona.

Luxuosa – Expressão de aprovação para alguém bem produzido, bonito ou hype

Me erra! (assim como Me larga e Me deixa) – Expressão utilizada como desejo de esquecimento.

Melhorada – Alguém que era péssimo e melhorou ou alguém feio que deu um truque na feiúra

Monaocó – Junção de mona com ocó (homem hétero), é o gay bem masculino, que não dá pinta.

Montada – Travestida, produzida, Drag.

Naja – Fofoqueira, que adora um intriga

Não estou podendo – Não quero, não estou a fim.

Não ser obrigado (a) – Ter algo melhor para fazer, negar fazer algo.

Panqueca – Passivo.

Pão com Feijão –  Expressão usada para definir gays que vem de favelas e aglomerados,  afeminados do estilo marvônico (Mafioso, favelado).

Pão com ovo (PCO)– Expressão usada para definir gays pobres, de realengo, que se fazem de ricos, afeminados que se vestem escandalosamente, é feios.

Pára de palco (ou Pára de show) – Expressão usada para ”frear” uma pessoa alterada.

Quebrar louça – Quando dois homossexuais transam.

Rodrigues – Alguém comprometido cujo/a parceiro/a está viajando.

Sair do armário – Assumir a homossexualidade.

Sair do closet – Assumir publicamente a homosexualidade

Sandália – A mulher da lésbica masculinizada.

Sapata (Sapa) – Lésbica

Simpatizante – Pessoa heterossexual ou não-definida sexualmente que frequenta ambientes gays.

Six packs – Sinônimo de barriga sarada, são os famosos ”gominhos maravilhosos” da barriga definida, de tanquinho.

”Sou rica!” (Estende ao ‘i’ ao gritar) – Bordão da personagem Norma, protagonizado pela atriz Carolina Ferraz, na novela Beleza Pura  – exibida originalmente em 2008, na TV Globo. Expressado quando subestimado de algo, quando ganha ou financeiramente.

Straight – Heterossexual.

Ter ”Gatos” na garganta – Falar de forma muito afeminada.

Tia – Homossexual mais velho.

Toda trabalhada – Estar bonita, bem produzida. Esta gíria é na maioria das vezes usada com um complemento, como: “toda trabalhada no brilho” ou “toda trabalhada no paetê”.

Tombar – arrasar, chegar arrasando

Um luxo – Algo bonito, interessante…

Urso (ou Bear) – Homem peludo, também associado a homem de aspecto másculo ou gordinho.

Vitaminada – Robusta, bonita.

Virar – Passar da condição de heterossexual para a de homossexual ou vice-versa.


SIGLAS

GDC – Abreveação de ”Gay de cabeça”, pessoa com comportamento gay, mas com preferência sexual hétero.

GLBT – Abreveação de ”Gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros”

GLS – Abreveação de ”Gays, lésbicas e simpatizantes”.

SBP – Expressão carioca que significa Super Bicha Pobre, e designa pessoas mal produzidas que frequentam a noite

Agora, veja abaixo alguns verbetes retirados de “Aurélia, a Dicionária da Língua Afiada”:

A– art, def, fem.

No mundo gay, o artigo definido feminino é, em muitos casos, anteposto a substantivos próprios ou comuns do gênero masculino, sendo que, no caso dos comuns, o substantivo ele próprio também passa, se possível, para o feminino. Ex.: A Pedro, A Mário; a prédia; a fota; a relógia; a dicionária.
Aquendar (do bajubá) V,t,d. e intr
1-Chamar para prestar atenção, prestar atenção; 2- Fazer alguma função; 3-Pegar, roubar. Forma imperativa e sincompada do verbo: kuein!

Bafo – Adj.
Termo referente a algo ou alguém que causou alguma coisa. “Ex. Aquela noite foi bafo, bi!”

Bicha-bofe – S.f
Homossexual não efeminado, mas nem sempre ativo.

Bofe – S.m
Homem heterossexual ou homossexual ativo.

Irene – adj (RS)
Velho. O termo é pronunciado ireeeeeeeene, como o berro de um cabrito

Jogar o picumã – espr.
Virar a cabeça, mudando os cabelos de lado, tal como as loiras fazem, só que de um modo um pouco mais inteligente e com a intenção de menosprezar ou ignorar alguém.

Jurando – (do v.t.d.i.”jurar”)
Estar pensando ou acreditando no hype; se sentindo (Expressão usada unicamente no gerúndio).

Picumã – (do bajubá) – S.m.
Peruca, Cabeleira, Cabelo.


Popular

Pages