PGR denuncia Jair Bolsonaro por racismo - Tupi Martim.Com

Resumo

sábado, 14 de abril de 2018

PGR denuncia Jair Bolsonaro por racismo

Sábado, 14 de Abril de 2018

Foto:Reprodução

Pré-candidato à Presidência da República, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) foi denunciado pela PGR (Procuradoria-Geral da República) nesta sexta-feira (13) pela prática de racismo contra quilombolas, indígenas, refugiados, mulheres e LGBTs (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros).

A denúncia contra o deputado se refere a um episódio ocorrido em abril de 2017. Durante discurso no Clube Hebraica do Rio de Janeiro, ele teria usado expressões de cunho discriminatório, incitando o ódio e atingindo diretamente vários grupos sociais. Segundo a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, a conduta do deputado foi “ilícita, inaceitável e severamente reprovável”.

Na ocasião, durante palestra, Bolsonaro disse que “afrodescendentes” quilombolas “não fazem nada e nem para procriador (sic) eles servem mais” e que as reservas indígenas e quilombos atrapalham a economia do país.

Segundo a denúncia, Bolsonaro “tratou com total menoscabo os integrantes de comunidades quilombolas” e incitou “a discriminação entre seus ouvintes em relação aos estrangeiros”. A peça diz que as manifestações do deputado, “de incitação a comportamento e sentimento xenobófico, reforçam atitudes de violência e discriminação que são vedadas pela Constituição e pela lei penal”.

Dodge disse ainda que o deputado se referiu aos quilombolas “como se fossem animais”, ao utilizar a palavra “arroba”. “Esta manifestação, inaceitável, alinha-se ao regime da escravidão, em que negros eram tratados como mera mercadoria”, concluiu.

Informações do Uol Notícias 
Popular

Pages