“DIZ QUE É CRIA” VIRALIZA E REVIVE HÁBITOS E LOCAIS DO PASSADO! - Tupi Martim

Resumo

sábado, 3 de março de 2018

“DIZ QUE É CRIA” VIRALIZA E REVIVE HÁBITOS E LOCAIS DO PASSADO!

Domingo, 04 de Março de 2018 



Nos últimos 3 dias, vários usuário de redes sociais em Canavieiras foram contagiadas pela onde da corrente onde as pessoas completam de forma Bem-Humorada a frase ''Diz que é cria de Canavieiras...''. Até o prefeito Municipal entrou na brincadeira. 

As postagens satirizam na verdade aqueles que dizem ser crias de um determinado lugar, mas que nunca vivenciaram situações cotidianas da cidade citada, várias delas só lembradas ou passadas pelos moradores mais antigos. 

No caso de Canavieiras, as postagens citam o tempo em que existiam  AABB, o tempo em que se reuniam para jogar bola no my lame. Um internauta de Volta Redonda colocou em seu perfil cerca de 30 posts com a mesma frase inicial, apenas mudando os nomes das cidades e sobre o que os tais crias não fazem (ou não fizeram) na cidade de origem. 

Para o sociólogo Gilberto Caldas, as postagens que viralizaram em tão pouco tempo representam uma sátira social:  “Essa viralização da corrente tem esse objetivo. 

A sátira é preconceituosa, mas um comentário pode transformar a pessoa em herói ou vilão. Ela (sátira) é fundamental porque é embalada em humor, mas traz um conteúdo ácido. 

Você rotula a pessoa. Qual seria o demérito de uma pessoa frequentar uma academia de jazz? Isso descredencia a pessoa a uma crítica social? Claro que não. 

Você tem o carro do ano. Isso te descredencia falar do transporte público que não está atendendo adequadamente a população? 

Não descredencia. Mas se eu fizer isso em um tom mais satírico, de humor, eu consigo atingir a massa que eu quero, consigo rotular quem quero, mas com toda “uma pintura multicolorida, não é verdade”? A coisa fica mais engraçada”, cita. 



Popular

Pages